Best Life Saúde

Novembro Azul: como sua empresa pode participar da campanha

Você já ouviu falar sobre Novembro Azul? Trata-se de uma campanha de divulgação e sensibilização voltada ao público masculino, visando conscientizá-lo sobre a importância da prevenção e do diagnóstico do câncer de próstata.

Atualmente, também é utilizada para falar sobre a importância de cuidados mais integrais com a saúde do homem.

A seguir, descubra mais sobre o Novembro Azul, o panorama do câncer de próstata no país e confira dicas para engajar sua empresa nessa campanha tão relevante. Acompanhe.

https://bl.bestlifesaude.com.br/e-book

Como surgiu a campanha Novembro Azul 

Em 2003, Travis Garone e Luke Slattery, dois amigos australianos, se inspiraram na campanha global realizada com o foco no câncer de mama. Eles deixaram os bigodes crescer como uma forma de chamar a atenção para a temática da saúde do homem.

Como 17 de novembro é o Dia Mundial do Combate ao Câncer de Próstata, essa ação foi realizada no mês de novembro.

Mais conhecidos da dupla também se engajaram na ação e, em 2004, foi criada uma organização sem fins lucrativos para tomar a frente da ação e angariar fundos para ajudar no combate ao câncer de próstata.

Desde então, o movimento cresceu e alcançou mais de 20 países – incluindo o Brasil.

Importância da Campanha Novembro Azul

A campanha Novembro Azul foi trazida ao Brasil por meio de iniciativa do Instituto Lado a Lado Pela Vida e da Sociedade Brasileira de Urologia, diante dos números preocupantes e dos preconceitos em torno do exame preventivo de câncer de próstata.

Conforme levantamento do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a cada 38 minutos, um homem vai a óbito no Brasil vítima de câncer de próstata, o que torna essa a segunda doença que mais acomete a população masculina no país.

Projeta-se que, para cada 100 mil homens, mais de 66 desenvolvam câncer de próstata.

Além desses números alarmantes, outra grande preocupação diz respeito à negligência e ao preconceito relacionados ao exame de prevenção, já que muitos homens, a partir dos 45 anos, ainda relutam em realizar essa recomendação de rastreamento da doença.

Esse é um ponto central de alerta e informação na campanha Novembro Azul, uma vez que a detecção precoce da doença está relacionada a um alto percentual de cura, que chega a até 90%.

Fatores de risco para o câncer de próstata

Embora as vítimas sejam comumente homens acima dos 50 anos, o câncer de próstata inicia seu desenvolvimento muito antes disso. Com isso, a prevenção e o diagnóstico precoce são fundamentais.

Homens com parentes de primeiro grau que foram acometidos com a doença apresentam maior propensão a apresentá-la.

Mas, além disso, o estilo de vida também pode exercer influência, incluindo não praticar exercícios físicos, apresentar obesidade, ter uma alimentação desequilibrada, com ingestão de muita gordura e sódio – esses são alguns elementos que podem contribuir como fatores de risco.

Sintomas característicos do câncer de próstata

Muitas vezes, o problema é assintomático. Porém, quando sintomas se manifestam, pode ocorrer:

  • Dificuldade para urinar;
  • Incremento na frequência da urina;
  • Redução do jato de urina;
  • Presença de sangue na urina;
  • Dores no corpo e nos ossos.

Naturalmente, esses são sintomas comuns, também, em outros quadros. Apenas um médico poderá dar o diagnóstico preciso.

Prevenção do câncer de próstata

Conforme o Instituto Lado Pela Vida, a melhor forma de ajudar a prevenir o câncer de próstata é fazendo os exames preventivos anuais a partir dos 45 anos. Embora o exame retal digital seja ainda um tabu para muitos homens, ele é fundamental para garantir um diagnóstico precoce e melhores chances de sucesso no tratamento.

Além disso, é importante adotar hábitos saudáveis, como fazer um controle de peso, praticar exercícios físicos, evitar cigarro e abuso de álcool, entre outros.

Como engajar sua empresa na campanha Novembro Azul

Entre 2020 e 2022, estima-se que sejam diagnosticados mais de 65 mil novos casos de câncer de próstata no país.

Por isso, é fundamental que a iniciativa privada também contribua com práticas de conscientização sobre a prevenção da doença.

Promover iniciativas que ajudem a desmistificar o exame preventivo é fundamental. Apresentar números e projeções também pode ajudar a quebrar esse tabu e demonstrar a importância de fazer o exame.

Muitas empresas criam cartilhas (ou utilizam a desenvolvida pelo INCA) com as informações básicas sobre a doença para que os colaboradores leiam quando se sentirem confortáveis com isso.

É possível fazer isso digitalmente, também, evitando impacto ambiental e custos com impressão.

Pode-se distribuir juntamente laços azuis para ajudar a evidenciar a campanha e o engajamento de todos.

Realizar palestras informativas e para sensibilização e/ou peças de teatro mais lúdicas sobre o tema também pode ajudar. Isso pode ser adaptado para home office por meio de videoconferências, por exemplo.

Outra ação que ajuda a incentivar a prevenção é realizar eventos esportivos entre colaboradores, objetivando fornecer uma porta de entrada para a prática de exercícios físicos.

Em tempos de home office, é possível, por exemplo, promover uma corrida virtual, ação que tem obtido bastante sucesso.

Se sua empresa fornece plano de saúde aos colaboradores, associar o benefício a um incentivo para a realização do exame preventivo também pode trazer bons resultados.

Além do exame preventivo, é possível lembrar sobre a importância do acompanhamento de um profissional da nutrição para se ter uma dieta equilibrada, que contribua para ajudar a prevenir essa e outras doenças.

E então, que tal aderir a essa campanha tão importante? Quais ações sua empresa realiza pensando no bem-estar e na saúde dos colaboradores? Compartilhe suas dúvidas e experiências nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *